Jus à fotografia

Categoria: Autores.

28/04/2016

YannisBehrakis_reuters

Um imigrante afegão é visto de dentro do ônibus após sua chegada pelo barco Eleftherios Venizelos com mais de 2.500 imigrantes e refugiados vindos da ilha de Lesbos para o porto de Piraeus, próximo à Atenas, Grécia. foto de Yannis Behrakis, Thomson Reuters – 8 de outubro de 2015.

 

No último 18 de abril, saiu um dos mais prestigiados prêmios na área jornalística – o Pultizer. Esse ano, a equipe de fotógrafos da Reuters e do New York Times, ganharam ambos pela cobertura sobre a crise dos refugiados na Europa. Dentre os fotógrafos, um brasileiro, Mauricio Lima.

As palavras para tal situacao, não demonstraria o verdadeiro significado dessa situação, apenas a contextação dos fatos não basta para um assunto como este, a fotografia aqui, deixa de ser apenas informativa para ser também humanitária, ela também faz a ponte, que minimiza a distância entre assunto e espectador, quando estes são de duas realidades distantes.

 

MauricioLimaNYT

Soldados da Macedônia no lado grego da fronteira constroem uma cerca para dividir a sua cidade de Gevgelija, ao fundo, da cidade de Idomeni, Grécia, onde aproximadamente 2.500 refugiados foram barrados de entrar. foto Mauricio Lima, The New York TImes. 28 de Novembro de 2015.

 

Um prêmio que vai além do merecimento de um fotógrafo, vai para o reconhecimento do trabalho de humanização de uma causa social  e política, o reconhecimento da fotografia que mesmo quando trabalhada em conjunto, por diferentes pontos de vista, completam-se; para além da informação. Antigamente a fotografia era apenas ilustrativa, até mesmo no jornalismo, as vezes ainda é. Mas hoje em dia, a imagem é um meio dentro do meio em si, uma liguagem, que fala de uma outra forma, mas que pode passar uma mensagem tão intensamente, como jamais imaginariamos. E é um prêmio como este que faz jus à esse trabalho, à estas imagens, aos profissionais envolvidos.

 

alexandros avaramidis reuters

Um policial da Macedônia levanta seu cacetete nos imigrantes para impedi-los de entrar na Macedonia pela fronteira com a Grécia, próximo à cidade de Idomeni, Grécia. foto – Alexandros Avramidis, Thomson Reuters. 22 de agosto de 2015.

 

Hoje, o meu texto também é secundário e simplório. Abri mão de uma fiosofia escrita, para que cada um reflita ao observar estas imagens e chegar a suas próprias conclusões. E “vivenciar” pelo seus próprios olhos uma realidade que não a sua, através da mágica da linguagem visual.

 

Sergey Ponomarev NYT

Imigrantes chegam em um barco urco das proximidades do vilarejo de Skala, na ilha grega de Lesbos. O dono do barco turco entrega 150 pessoas na  costa grega e tenta escapar de volta para a Turquia. Ele foi preso em águas turcas. foto – Sergey Ponomarev, The New York Times. 16 de novembro de 2015.

 

Para ver mais imagens:

http://www.pulitzer.org/winners/mauricio-lima-sergey-ponomarev-tyler-hicks-and-daniel-etter

http://www.pulitzer.org/winners/photography-staff-thomson-reuters

 

________________

Alinne Rezende

alinne@alinnerezende.com