Fragmentos imagéticos de uma relação com a Armênia

Categoria: Projetos.

28/08/2015

imagem 1 Cassiana Der Haroutiounian

 

Desde que foi pela primeira vez para a Armênia, em 2010, Cassiana Der Haroutiounian, não deixou de pensar e produzir imagens sobre este país ainda desconhecido por muitos no Brasil. Descendente de armênios a fotógrafa já realizou um filme, está finalizando um livro de fotografias, e prepara uma exposição e um curta-metragem, todos a partir de experiências vividas naquele pequeno território.

Apesar de transitar entre suportes imagéticos, a fotógrafa não deixa de privilegiar o eixo principal do seu trabalho: a busca pelo entendimento das suas origens e de si mesma sempre que regressa aquele país. O primeiro produto desta imersão é o filme ‘Rapsódia Armênia’ que faz jus ao nome ao concretizar através de imagens e sons, uma grande partitura com rostos, trilhas e sensações capturados durante a primeira visita a Armênia.

 

imagem 2 Cassiana Der Haroutiounian

 

“O Rapsódia aconteceu de uma maneira meio repentina, espontânea e meio sem pensar demais. Pegamos um voo e chegamos em Yerevan, capital da Armênia. Foi meio um road movie mesmo. Tinha apenas uns lugares que queria visitar, mas na maioria eram personagens achados em vilarejos por indicações de pessoas de outros lugares. O acaso predominou muito nessa produção”, revela Cassiana.

Em 2014 a fotógrafa decidiu morar por 4 meses na Armênia para a produção de um livro, “a idéia era fazer um livro sobre as mulheres e acabou virando um livro sobre o feminino… poucas das imagens escolhidas tem o rosto aparente na edição do livro, fui escolhendo as mais ‘parecidas’ comigo: as que tinham suas questões e que já viveram fora e voltaram pra Armênia para fazer algo diferente”. Ainda segundo a fotógrafa estas mulheres funcionam mais como ‘várias cassianas’ encontradas pelas paisagens que ela percorreu ao longo dos meses. O trabalho está em processo de finalização e tem lançamento previsto para início de 2016.

 

armenia-1

 

No meio deste processo Cassiana conta que teve um sonho: fazer uma roupa de espelhos, que refletisse aquela paisagem interiorizada durante sua última viagem, mas completamente fragmentada, tentando mostrar o que sentia por dentro. “Fujo de uma única imagem ou de uma única verdade. Sou pedaços e formas que agrupadas se tornam fortes”.

Sempre firme em ir atrás de seus devaneios a fotógrafa embarcou para Armênia no último inverno com uma capa feita de pedaços de espelhos na mala. A princípio tinha planos de incluir estas novas imagens no livro sobre o feminino, mas ao fotografar a neve que cobre parte da paisagem armênia acabou mergulhando e interiorizando um tempo específico que segundo ela corre de um outro jeito por ali. “O inverno era ainda mais bucólico, nostálgico (uma nostalgia que ainda tento entender), é como se toda a natureza se preparasse para o que está por vir na próxima estação em silêncio, debaixo daquela roupa branca, que iguala todas as montanhas, deixando apenas sair os galhos e árvores secas, que se comportam como esculturas minimalistas em toda uma imensidão de brancos”.

 

imagem 4 Cassiana Der Haroutiounian

 

A roupa de espelhos virou imagem palpável e resultou em uma performance em que Cassiana veste o manto espelhado, e, segundo ela, este movimento se transformou numa experiência fundamental para todo o entendimento da relação com a Armênia e a questão do feminino, ao ficar em contato direto com o silêncio daquela paisagem inóspita.

No final do ano Cassiana volta para a Armênia para concluir o trabalho com os espelhos que vão resultar em uma exposição e em um curta-metragem. Ao transitar entre suportes durante sua produção artística, Cassiana procura desvelar este sentimento único que possui em relação à Armênia, usando as peculiaridades de cada mídia consegue revelar, e tenta unir, os  fragmentos que compõe sua relação com este pequeno país.

 

__________________

Guilherme Tosetto – Vive em Lisboa onde cursa Doutorado em Belas-Artes. Mestre em Multimeios e Especialista em Fotografia, desenvolve pesquisa na área de fotografia, arte e memória.

guilhermetosetto.com

guilhermetosetto@gmail.com